terça-feira, setembro 05, 2006




Quando tudo se mistura e deixa de fazer sentido...

quinta-feira, maio 18, 2006



Vejo o pôr do sol nos teus olhos
Sinto o sabor do mar nos teus lábios
O teu olhar transpira amor
Por entre esses beijos sábios
Que me fazem transpirar no calor
que o teu corpo emana
enquanto sinto nos teus labios esse doce sabor.

Exemplo de perfeição de um momento
que se mistura..
numa sopro de amor,
transformado por nós em vento.

Sabe tão bem a vida junto de ti...

sábado, abril 22, 2006

Sorrir



Um sorriso é a melhor arma que temos contra todo o mal que existe no mundo.


Um sorriso protege a nossa felicidade
evita toda a vaidade, falsidade, maldade...

Seja qual for o problema
não tenho medo de o enfrentar
com um sorriso nos labios
ninguem me pode parar
e muito menos estragar esta felicidade
porque é minha!

Sorriam.. É remédio para tudo.

sábado, abril 15, 2006

Triste derrota


Não há nada pior que a frustração

Querer algo, ser alguem
lutar
e não conseguir.
sentimos logo que algo não está bem.

O sentimento de impotência apodera-se de nós
a dor de não atingir o objectivo
de não fazer ouvir a nossa voz
de tentar ser activo
e no fim..
ser obrigado a olhar..
passivo, impotente
ao fim de uma ilusão
de poder.
que nos deixa com a moral ao nivel do chão
Tentamos pedir perdão
Mas a dor e a culpa nunca sairão do nosso coração.

Dói muito...

domingo, abril 09, 2006


Tenho medo de te perder
Olhar para lá
e já não te ver,
Querer abraçar-te
e não te poder tocar,
amar-te
Não encontrar nada
além do mar...

Não acredito que haja algo mais poderoso que o nosso amor
entende como quiseres,
até mesmo como uma infantilidade,
mas não passa da minha percepção da realidade.

tenho medo de te perder
Porque significa perder parte de mim
Não tenho forças pa aguentar viver sem ti.

Amo-te, e sim...Tenho medo de te perder.

quinta-feira, abril 06, 2006

De Deus a formiga

Há dias em que nos sentimos como um deus, poderosos, nada nos consegue parar...



E há dias em que nos sentimos impotentes, num mundo que parece dominar tudo...




É esta a piada de viver
Todos os dias, todos os momentos...
O mundo muda e nós...
Mudamos com ele.

sábado, abril 01, 2006

AU NAMETAU


Anos passam a violência permanece
Quem me dera que toda a gente se desse bem
Tivesse quem amasse e respeitasse como mãe
Porque é lixado não ter ninguem.

Não somos imortais
Somos estranhas criaturas
Separadas entre estereotipos e culturas
Nunca diferente dos demais.

Quando pensas que ninguem te dá valor
Eu sinto a tua dor
No interior há um narrador que eu escuto,
pensamentos em bruto.

Não vale a pena fugir mais...


AU NAMETAU-NÃO TENHAS MEDO (em baikeno lingua do povo timorense)